Ricardo Azevedo – Poema do Tempo

Ricardo Azevedo – Poema do Tempo

Arco de Cores - Fernando Campanella

Poema do Tempo – Ricardo Azevedo

 

Tem o importante que sabe que é comum

Tem o comum que se acha importante

Tem o diamante que sabe que é pedra

Tem a pedra que se acha diamante

Enquanto isso, o tempo passa levando

comuns, importantes, pedras e diamantes

 

(Ricardo Azevedo)

In : A Magia da Poesia por Fábio Rocha

Publicado em 11 de abril de 2012 por Fabio Rocha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s