Menáge

Limpou da alma já vazia

o pó que não existia

e quedou-se por ali

esperando o que não sabia

Olhou em volta

não viu ninguém

abriu a porta

mas não saiu

Voltou, sentou-se

pegou no pano

e limpou da alma

qualquer engano

Luísa Veríssimo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s