Tadeusz Rózewicz

A poesia nem sempre

adota a forma

de um poema

 

Depois de cinquenta anos

a escrever

a poesia

pode apresentar-se

ao poeta

na forma de uma árvore

de um pássaro

que voa

de luz

 

Adota a forma

de uma boca

refugia-se no silêncio

 

ou vive no poeta

livre de forma e de conteúdo

 

Tadeusz Rózewicz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s