EQUAÇÃO

Vamos dividir essa lágrima:

dou-lhe a metade

mas você a fez maior do que devia.

A outra parte me pertence

pois que é lágrima de minha própria autoria.

Vamos repartir esse sorriso

pois é preciso ser equilibrado:

um pedaço é seu

mas, se formos apurar os fatos,

fui eu sozinha quem o cometeu.

Vamos fracionar a melodia:

pra você ficam os tons do diapasão,

eu fico com os dissonantes.

Feita assim a justa divisão,

volta tudo a ser como era antes.

Só fico lhe devendo o irreversível:

não sei bem como é que foi possível,

nem qual a técnica que nós usamos

mas, engoli sua alma com um beijo

na última vez em que nos amamos.

Flora Figueiredo

In Florescência

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s