contenção

Junte as suas notas qui… (opcional)

Vanessa C. Rodrigues

E as crianças menores não conseguiram se conter diante de um incrível móbile gigante que descia desde o topo do prédio até o teto do átrio por onde deviam passar para chegarem ao anfiteatro onde participariam de qualquer atividade extraordinária mas ainda educativa e séria.

E elas pulavam e gritavam, pediam para que os outros vissem Olha, tia, olha para cima, os peixes, eles se mexem, e as professoras imediatamente  lhes pediam para que se contivessem Quietas, crianças, não gritem nem demonstrem assim desse jeito tão aberto o que sentem diante de uma coisa inútil como um móbile gigante, é preciso que aprendam, já não têm mais idade para isso, não há motivo para tanto espanto, é preciso que se comportem, que fiquem em silêncio, que se possível não se espantem, mas se inevitável que não demonstrem, não demonstrem o espanto diante das coisas inúteis, vocês crescem e participarão deste…

Ver o post original 42 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s