Daniel Filipe

As ondas quebram na areia,

dizem segredos perdidos…

Saudades da maré-cheia,

de barcos e tempos idos…

Segredos tristes, lamentos,

que o mar não pôde calar…

E foi dizê-los aos ventos,

aos pescadores, ao luar…

As ondas dizem na areia

saudades de tempos idos…

Segredos da maré-cheia,

de barcos tristes

– perdidos.

Daniel Filipe

Anúncios

2 respostas em “Daniel Filipe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s